terça-feira, 19 de setembro de 2017

Crítica: Isekai Shokudou


Anime de ritmo agradável é mais um passatempo do que uma obra de grande relevância.

Isekai Shokudou foi no mínimo curioso, para todos que estão acompanhando a temporada de verão desde seu início. Um restaurante que atende vários tipos de clientes, residentes de um mundo fantástico alternativo. Sem recorrer aos aspectos que fazem as histórias de fantasia serem o que são, esse anime prefere se recolher em um estilo que passe ao espectador, uma sensação delicada e amena.

 
O Nekoyama Restaurant, por intermédio de algum feitiço misterioso, acaba revelando uma porta que aparece em vários cantos desse mundo fantástico alternativo. Como uma espécie de portal, vemos durante os 12 episódios animados, os diversos seres distintos que têm a sorte, de encontrar o caminho do restaurante nos dias de Saturno (Sábado), aonde as portas se abrem apenas para os seres da realidade paralela.


Com essa leveza e usando o recurso culinário como um encontro da fantasia com a nossa realidade, é divertido ver as reações de elfos, fadas e outros seres humanóides, reconhecendo a grandiosidade de uma comida feita por um ser humano, que nem se iguala em vários termos aos seres mágicos. Temos inclusive um Dragão, que se materializa na forma de uma mulher ruiva. Tal criatura, aparentemente possui um poder gigantesco e afirma que destruiria qualquer inimigo que fizesse mal ao restaurante.

 
Os pontos negativos de Isekai Shokudou são evidentes dentro de alguns aspectos que poderiam ser bem melhores trabalhados. O primeiro deles é o design. Apesar de possuir um conjunto de cores que trazem muita beleza, tanto no ambiente e pratos de comida, alguns personagens possuem um design muito desleixado. Acho que deveria ter tido um trabalho mais cuidadoso, principalmente nas criaturas fantásticas. Seres como os Homens Lagartos e o Homem Leão, são absurdamente feios e mal desenhados. Tenho a impressão que as mulheres são muito bem desenhadas, enquanto os personagens masculinos são mais disformes.



Os diálogos certas horas também não ajudam muito. Em vários momentos houveram conversas e acontecimentos forçados, apenas para chegar na parte da comida. Fora que a tendência das reações de prazer seguidas das descrições dos pratos por parte dos personagens, já um recurso usado muito bem por outro anime chamado Shokugeki no Souma, mas que aqui acaba por ficar cansativo depois de um tempo.



Os personagens que trabalham no restaurante praticamente não possuem nenhum desenvolvimento, se reduzindo apenas a bons anfitriões. Aletta, a simpática garçonete demônio, foi retratada como uma vítima do preconceito das pessoas descendentes do Grande Rei Demônio. Após conseguir o emprego no Nekoyama, essa interessante dificuldade da personagem foi deixada completamente de lado.

 
A Kuro que chegou bem tarde, quase nos últimos episódios, consegue ser bem mais simpática mesmo sendo meio robótica. A história abordada, revelando que é um dos grandes dragões, que se encontra sempre sozinha e entediada, foi um método interessante, para que o tédio fosse vencido apenas com um simples trabalho como garçonete. Acho legal como o anime mostra seres grandemente poderosos, se sujeitando à situações de extrema humildade.

 
A revelação do Mestre (dono do restaurante) também foi uma surpresa interessante. Tudo no último e melhor episódio na minha opinião. Ver o restaurante cheio e a movimentação constante das garçonetes e do Mestre, devido ao grande contingente de pedidos dos vários personagens mostrados durante todo o anime, dá uma sensação de término que poucos animes conseguem transmitir.

 
Fico um pouco triste pela falta dos bons aspectos técnicos que o anime deixou de apresentar. Talvez nas mãos de um estúdio mais experiente, poderíamos ter tido uma obra com uma qualidade e resultado bastantes singelos. Isekai Shokudou não marcou a minha vida, mas agradou, como um pequeno sentimento de felicidade, quando se come um delicioso prato de comida.

AVALIAÇÃO DO BLOG:
 
  


PARA AJUDAR O BLOG:

- APERTE NO BOTÃO "RECOMENDE ISTO NO GOOGLE" ABAIXO DA POSTAGEM, ISSO AJUDA MUITO NA DIVULGAÇÃO;

- SIGA O BLOG NO TWITTER E CURTA NO FACEBOOK, LEVA SÓ UM SEGUNDO E O ASSISTIDOR AGRADECE!

0 comentários:

Postar um comentário