quarta-feira, 19 de julho de 2017

Dica de Anime: Majo no Takkyubin (O Serviço de Entregas da Kiki)


Gênero: Slice of Life, Drama, Filme.

O conceito de magia em um Slice of Life muito legal e competente.

Adoro como o Hayao Miyazaki usa a fantasia para contar histórias bonitas e com muitas lições. Em Majo no Takkyubin, mais uma vez temos uma figura feminina no papel protagonista, como em várias outras obras do estúdio Ghibli. Abordando a força feminina de várias formas diferentes, Hayao Miyazaki neste filme, fala para as jovens pré-adolescentes, a respeito do processo de amadurecimento pessoal.

 
A jovem que protagoniza a obra é a Kiki. Uma bruxa que sairá de casa, agora com seus 13 anos completos, para seguir a vida independente. É estranho ver uma menina tão nova deixando o lar para viver sozinha, porém é explicado que é uma tradição dos bruxos, a obtenção da independência bem cedo, como um rito de passagem.

Nesta película, Miyazaki coloca a bruxaria em uma situação pacífica com o resto da humanidade. Os bruxos são incluídos no meio social como pessoas normais e são até admirados. Por mais que alguns nunca tenham visto a bruxaria, eles sabem que ela realmente existe naquele mundo, sendo usada para auxiliar as pessoas nos mais diversos campos.



Saindo então de casa, com a companhia de seu fiel gato preto Jiji, Kiki parte para uma cidade litorânea, para procurar uma vocação aonde a sua magia possa ajudar as pessoas. Enfrentando alguns problemas logo no início da sua jornada, ela se vê diante de pessoas de variados tipos. Numa cidade grande, representada por um ritmo frenético de pessoas indo e vindo a todo tempo, ela se socializa com seres humanos extremamente bondosos e outros extremamente arrogantes. A bondade também vêm de uma simpática dona de uma padaria, que lhe oferece um quarto para ficar em troca de sua ajuda de vez em quando.

 
Diante de uma determinada situação, a jovem resolve utilizar sua habilidade de voar com a vassoura para fazer entregas de objetos, para pessoas que desejam despachá-los para lugares distantes da cidade. É através desse inteligente meio de negócio que a jovem vai passar por várias situações de aprendizado e reflexão.


Majo no Takkyubin é um filme agradável e apesar de cativar muito o público infantil, não necessariamente se limita à esse tipo de espectador. Para quem gosta de um Slice of Life, esse costuma satisfazer qualquer faixa etária. Apesar de ter uma criança como protagonista, não possui um peso dramático como Meu Vizinho Totoro, se abstendo à uma história mais leve.


A animação de 1989 surpreende até mesmo nos dias de hoje, mostrando que a reputação do estúdio Ghibli é totalmente plausível. Os cenários lindos e a fluidez da movimentação de personagens é admirável. As cenas de voo, marca registrada do estúdio, transmite uma agradável e desejosa sensação de liberdade. Os personagens são muito bem trabalhados, coisa que Miyazaki sempre fez com maestria. A protagonista esbanja sua aura carismática com total precisão e carrega a trama de forma natural em busca de descobrimento e de novas amizades.


Pra quem espera algo infantil vai acabar se surpreendendo. A leveza e a sutileza da construção de várias histórias em uma cidade grande, com o artifício da fantasia e um drama bem trabalhado, pode ser uma das coisas mais agradáveis da sua semana, caso opte por dar uma chance para esse maravilhoso filme de Miyazaki.

PARA AJUDAR O BLOG:

- APERTE NO BOTÃO "RECOMENDE ISTO NO GOOGLE" ABAIXO DA POSTAGEM, ISSO AJUDA MUITO NA DIVULGAÇÃO;

- SIGA O BLOG NO TWITTER E CURTA NO FACEBOOK, LEVA SÓ UM SEGUNDO E O ASSISTIDOR AGRADECE!

0 comentários:

Postar um comentário