terça-feira, 11 de julho de 2017

Dica de Anime: Drifters


Gênero: Ação, Fantasia, Comédia.

Fantasia com personagens históricos reais é um ótimo entretenimento para quem procura algo no momento.

A primeira vez que ouvi falar de Drifters foi em uma edição da revista Neo Tokyo que recomendava muito bem o mangá. Como na época já havia sido anunciado o anime, resolvi aguardar para começar a conferir a história.

As minhas expectativas não foram completamente atendidas, mas é totalmente plausível recomendar esse anime para quem ainda não teve chance de conferir. Drifters tem um plot muito interessante e original.


No primeiro episódio vemos Shimazu Toyohisa (famoso samurai japonês) durante a Batalha de Sekigahara, lutando bravamente contra os homens de Li Naomasa. Apesar de seus esforços ele acaba sendo ferido gravemente por lanças dos soldados inimigos.


No fim do confronto ele começa a andar cambaleante pelo campo, gastando suas últimas forças e prestes a ser abraçado pela morte. Inesperadamente então, ele é transportado para um lugar estranho. Um corredor de paredes e chão brancos, ladeado de várias portas. No centro desse corredor, um misterioso homem está sentado atrás de um balcão. Questionando o homem sobre o que estava acontecendo, Toyohisa é arrastado para dentro da porta mais próxima.


 

Assim ele acorda em uma floresta, ainda muito ferido, aonde 2 elfos o socorrem e salvam sua vida. Com isso Toyohisa se vê em um lugar estranho e completamente diferente do mundo que conhece. Após alguns acontecimentos, o jovem samurai percebe que além dele, outras figuras históricas conhecidas no Japão e em outras partes do mundo também foram enviadas para esse lugar estranho, aonde existem raças distintas como goblins, elfos e criaturas como dragões e demônios. Toyohisa vai descobrir que sua viagem para esse mundo estranho, tem como objetivo evitar uma grande catástrofe que está por vir.


Colocando rapidamente as coisas que não gostei, falo logo de cara sobre a comédia exagerada. Acho que um anime mais sério cairia muito melhor, as piadas excessivas acabam quebrando o clima obscuro do anime.

Mas em contrapartida tenho que reverenciar o enredo que é muito criativo. Utilizar personagens históricos que foram conhecidos por suas habilidades incríveis, como no exemplo de Oda Nobunaga (grande estrategista militar que conquistou quase todo o Japão) e de Scipio Africanus (um dos maiores generais romanos da história) é uma ótima forma de mostrar que apesar de estarem em um mundo aonde existem seres muito mais poderosos do que eles, como magos e dragões, suas habilidades de batalhas ou estratégias os fazem ser muito mais perigosos do que praticamente tudo que existe naquele mundo, razão essa para que os Drifters (nome dado as pessoas enviadas para esse mundo) serem tão temidos.



Do outro lado temos os Ends, que também são figuras históricas conhecidas, mas que lutam a favor do Rei Negro (uma entidade maligna que deseja dominar o mundo dos humanos).


Uma coisa que achei muito bem bolada, foi o fato de alguns personagens que são considerados heróis históricos, estarem ao lado do Rei Negro, como foi o caso de Joana D'arc (heroína francesa) que foi queimada viva em 1431. Com certeza sua mudança de princípios veio do fato de apesar de ter lutado tanto pelas pessoas, ainda assim teve um trágico final de vida, algo que provavelmente mudaria os conceitos de muitos (tipo, do que adiantou lutar tanto se a recompensa foi morrer desse jeito), achei isso uma sacada muito boa do autor.


Portanto você pode esperar bastante sangue, batalhas, estratégias e conflitos internos em Drifters. Os personagens tem um bom tempo de desenvolvimento durante os episódios e as lutas são bem legais. Uma fantasia bem diferente que vai agradar a maioria.




PARA AJUDAR O BLOG:

- APERTE NO BOTÃO "RECOMENDE ISTO NO GOOGLE" ABAIXO DA POSTAGEM, ISSO AJUDA MUITO NA DIVULGAÇÃO;

- SIGA O BLOG NO TWITTER E CURTA NO FACEBOOK, LEVA SÓ UM SEGUNDO E O ASSISTIDOR AGRADECE!

0 comentários:

Postar um comentário

COMPARTILHE