sexta-feira, 23 de junho de 2017

Crítica: Renai Boukun

 
Muita coisa acontecendo em um episódio só, junto de várias situações loucas, fizeram deste um dos animes mais divertidos dessa temporada.

Acredito que qualquer um que tenha assistido Death Note e que goste de animes engraçados, tenha ficado interessado nessa comédia romântica baseada em um mangá de 2012, que sinceramente nunca tinha ouvido falar. O conceito do Death Note parodiado. Em vez do caderno matar, os nomes ali colocados em pares, fazem com que as pessoas se apaixonem instantaneamente. Tal premissa já prometia que um poder desse tipo, em um anime de comédia, traria momentos bem cômicos.


E tudo acaba sendo ainda mais engraçado, quando descobrimos que o poder se aplica à qualquer casal, independente do sexo. Você pode criar um casal hétero e homosexual também, mesmo que contra vontade de ambos. Isso particularmente me faz dar algumas gargalhadas.

Então toda a formulação criada em cima do caderno, serve também para montar o Harém, que contracenará com o protagonista Aino Seiji. Harém este que inicia justamente pela garota que trás do Kiss Note para o mundo humano, a garota cupido Guri.


Guri é definitivamente o ponto alto da obra. A personagem ganha a adoração do público logo de cara. Apesar de cupido, ela aparece vestida como uma Shinigami. É aquele tipo de personagem agitado, de falas rápidas e atitudes loucas. Sem dúvida nenhuma uma das melhores personagens dessa temporada de animes.

 
É uma pena que o arco focado nela, que foi deixado para o final, tenha sido o mais fraco na minha opinião. Justamente pela personagem ter se transformado em demônio e consequentemente perdendo sua personalidade brincalhona. Isso pelo menos mostra que grande parte da diversão que o anime proporciona, vem da participação dela.


E as outras meninas não ficam tão para trás. Akane, que é totalmente obcecada pelo Seiji, executa cenas hilárias. Principalmente quando há alguma outra garota tentando se aproximar ou alguém tentando machucar seu amado, se tornando uma tremenda de uma psicopata. Relembrando rapidamente personagens como Yuno de Mirai Nikki.




Apesar de todas nutrirem um sentimento de amor pelo Seiji, ela é a que mais demonstra seus sentimentos com sinceridade e junto ao protagonista, formam um belo casal. As cenas românticas entre os dois são particularmente bem executadas e interessantes.

 
Yuzu é uma personagem que gostei bastante. A falta de sinceridade de seus sentimentos para com o Seiji e sua fragilidade, trazem um carisma natural para ela. Gostei muito do trabalho de dublagem, que realçou muito a delicadeza da personagem.




As demais personagens não foram tão destaques como as acima mencionadas. A irmã mais nova de Seiji, Akua, teve algum foco, mas os episódios que ela aparecia não eram tão bons. Shikimi apesar de ser uma antagonista que deixou as malvadezas de lado no último episódio, não é tão fácil de se afeiçoar, dado principalmente pela personalidade e atitudes da jovem.




Seiji infelizmente é aquele protagonista de Harém genérico. O cara que faz as meninas se apaixonarem pelas atitudes e palavras que elas querem ouvir quando mais precisam. O personagem também não foi tão aprofundando. É difícil encontrar um protagonista de animes Harém com um diferencial que se destaque de outras obras do gênero.

 
Não li o material original (mangá), mas tive a impressão de que o anime foi adaptado de uma forma bem acelerada. Não sei se isso é positivo ou negativo, mas achei que esse ritmo rápido ditou bastante o tom engraçado que o anime transmite.


Muito bom também foram as referências. Não é só Death Note que entra na zoeira. No último episódio, descobrimos que para entrar no inferno, precisa-se passar por um cano verde, exatamente como no jogo do Super Mario. Essa referência me fez rir bastante.



E foi com rapidez, ótimas referências e um Harém bastante problemático, que Renai Boukun se destacou bastante na minha opinião. No quesito comédia ele realmente foi o melhor dessa temporada. Sempre é bom ser agraciado com obras que objetivam arrancar do espectador, gargalhadas pelos mais variados tipos de situação non-sense.

AVALIAÇÃO DO BLOG:     







PARA AJUDAR O BLOG:

- APERTE NO BOTÃO "RECOMENDE ISTO NO GOOGLE" ABAIXO DA POSTAGEM, ISSO AJUDA MUITO NA DIVULGAÇÃO;

- SIGA O BLOG NO TWITTER E CURTA NO FACEBOOK, LEVA SÓ UM SEGUNDO E O ASSISTIDOR AGRADECE!

0 comentários:

Postar um comentário