quarta-feira, 8 de março de 2017

O anime que eu gosto não tem continuação, e agora??



Infelizmente, acontece com muita frequência de algum anime que gostamos muito não possuir novos episódios que dão continuidade a história. Resolvi fazer esse post dando algumas dicas de coisas que podemos fazer para TALVEZ conseguir descobrir o que aconteceria no futuro da história do anime.


O fato de um anime não continuar pode ter motivos diversos e não vou listá-los aqui, mas dependendo da situação, a continuação da história estará no material utilizado para a produção da animação.

Por que você diz dependendo da situação? Simples! Existem animes que são feitos originalmente para televisão, ou seja, não possuem nenhuma fonte (Mangá, Light Novel, etc), nesses casos temos que esperar realmente uma continuação, que pode ou não acontecer.

Então para ficar mais simples, vou listar o que podemos fazer para descobrir se existe ou não a possibilidade de encontrar a continuação da obra que você tanto gosta.

1º Passo - Utilize o Wikipédia English para descobrir informações sobre o anime:

O Google é uma fonte gigantesca de informação. Colocando o nome do seu anime lá, você encontrará muita coisa sobre ele. Informações sobre estúdio, direção, staff, dubladores e o mais importante nesse nosso caso, a fonte de inspiração para o anime. Um site que costuma detalhar muito bem isso é o Wikipédia em Inglês, que é muito mais completo e atualizado de informações do que o Português.Vejam nesse exemplo abaixo:

Anime de Exemplo: Btooom!



Pra quem viu Btooom! sabe muito bem que o anime até hoje não teve uma continuação, mas como podem ver acima, a fonte para o anime foi um mangá escrito pelo autor Junya Inoue.



Anime de Exemplo: Re:Zero

Re:Zero foi um anime extremamente popular em 2016 e a continuação dele, por mais que aconteça um dia (o que é bem provável já que o anime vendeu bem), é possível que demore um pouco a acontecer devido a falta de material para adaptar uma nova temporada. Mas no caso dele a fonte de material para o anime é diferente:


No caso de Re:Zero a inspiração do anime vem de uma Light Novel de autoria de Tappei Nagatsuki.

2º Passo - Procure sites que possuam o material original traduzido no Google

Mangás:

Existem milhares de sites que traduzem mangás, uma dica que eu dou é de procurar os sites em Inglês, eles são muito mais completos, os catálogos com mangás disponíveis são muito maiores e a qualidade costuma ser melhor.

Site de Mangás Brasileiro: Central de Mangás


Esse site possui um catálogo de mangás bem amplo, ótimo para conferir obras mais populares. O site é atualizado com bastante frequência e lançam novos capítulos de diversos mangás todos os dias.

Site de Mangás em Inglês: Manga Fox
 

Esse site é o meu preferido, você encontra de tudo lá. Tem um catálogo enorme, variando desde mangás populares aos bem desconhecidos.

Light Novels:

Existem alguns sites brasileiros que fazem a tradução de Light Novels, porém muitos deles estão abandonados e sem novas atualizações. O que recomendo é que procurem no Google e de preferência em Inglês, para achar algum site que tenha traduzido a Light Novel de sua preferência. Obras mais populares são mais fáceis de encontrar em Português, já as menos populares são mais fáceis de se encontrar em Inglês.

Animes Originais Para TV:




Para os animes originais não existe saída, tudo o que podemos fazer é esperar que a Produtora responsável se interesse em fazer uma nova adaptação, dando assim a aguardada continuidade. É o caso de animes como Psycho Pass e Koutetsujo no Kabaneri, animes feitos para Televisão que sugerem uma continuação, porém só saberemos do futuro da história se as produtoras investirem em uma nova temporada.

Concluindo, a formula é muito simples. Apesar de ser um post com informações meio óbvias, muita gente ainda fica na dúvida e não sabe o que fazer quando deseja continuar conferindo alguma história muito querida. Espero ter ajuda um pouco.

Obs: Caso tenha gostado se possível aperte o botão "Recomende isto no Google" abaixo da postagem, isso ajuda muito na divulgação do blog. Você pode também curtir a página no Face e seguir o blog no Twitter caso desejar. Obrigado pela preferência!



 

0 comentários:

Postar um comentário