terça-feira, 21 de março de 2017

Como são feitos os animes?



Os animes são adorados por muitos há vários anos e com o tempo, mais pessoas começam a adotar o gosto de assistir as animações produzidas no Japão. Mas alguma vez você já parou e se perguntou, como são feitos os animes?

Assim como os filmes, os Animes são obras criadas por várias pessoas, cada uma delas especializada em determinada área de atuação correspondente com a necessidade do projeto, e algumas com maior responsabilidade e/ou dificuldade do que a outra, porém todas as partes são de igual importância para o resultado final.

Se eu for detalhar, com muitos detalhes, todo o processo de criação de uma animação Japonesa, provavelmente ficaria um post imenso, fora que não sou um profissional desse ramo. Então resolvi extrair das pesquisas que fiz, a essência para que você entenda pelo menos os conceitos chaves para que o projeto saia do papel para a tela do seu computador, celular ou televisão.

1º Projeto - Pré-produção



Primeiro é decidido o que será adaptado. Um anime baseado em um Mangá, Light Novel, Visual Novel e outros Jogos ou se será uma adaptação original, sem se basear em nenhuma fonte de inspiração. Paralelo a isso são discutidas todas as ideias e o objetivo central da produtora na hora de fazer o anime, definindo públicos alvos, formas de adaptação e outros pontos importantes.

2º Definir a equipe do projeto - Produção



Com o projeto em mãos e todos os recursos financeiros direcionados, é hora de escolher os profissionais responsáveis pela a adaptação. Entre esses profissionais temos Diretor, Roteirista, Animadores, Sonoplastas (profissionais da parte som e áudio), Desenhistas, Compositores de Trilha Sonora, Dubladores e mais uma quantidade imensa de outros profissionais, que deixam o anime, exatamente como conhecemos.

3º Script



Tudo será iniciado através do script que guiará os demais profissionais ao objetivo central, que é finalizar a produção no tempo estipulado. O roteiro terá tudo o que acontecerá no anime do começa ao fim.

4º Desenhos e Animação 

- Storyboard


Com o roteiro em mãos, inicia-se o trabalho dos desenhistas. Os Storyboards nada mais são do que ilustrações que objetivam pré-visualizar o que será mostrado na animação. São desenhos simples e que contém os movimentos, sons que a cena terá e outras descrições importantes como diálogos, expressões dos personagens, detalhes do cenário e etc.

- Layout



Após as definições das etapas iniciais serão criadas as imagens baseadas nos Storyboards definidos. Os layouts são desenhos feitos com maior detalhe e que mostram o espaço ocupado pela ilustração em tela e outros detalhes que facilitam o trabalho dos animadores.

- Desenhos Chave (Genga)



O Genga é um desenho pós layout feito pelos desenhistas mais experientes. Após as definições no layout, os desenhistas de Genga criam as imagens com mais detalhes tanto do cenário quanto dos personagens.

- Douga




É feito pelo desenhista responsável pela a parte de movimentação das ilustrações. Ele faz toda a ilustração que quando combinada dá a sensação de movimentação dos personagens e do cenário.

- Celulóide



Esse é o último passo do processo de desenhos. Os celulóides são as ilustrações que farão parte da animação. Assim os Dougas com maiores detalhes, finalizados e aprovados, são transferidos para uma espécie de papel transparente.

- Animação



Saindo da parte dos desenhistas, começam a dar as caras os animadores do projeto. Eles utilizam os Celuloídes para criar os frames, assim reunindo todos os desenhos finais criados e realizando uma sequência de animação.

Após os animadores terem a sequência certa das cenas , o projeto é passado para outros animadores responsáveis por efeitos especiais e outros detalhes da cena. Existem animadores que são especialistas em criar explosões, outros em chuvas e outros fenômenos naturais, cada um em sua área de atuação especializada.

5º Dublagem e Som



Nas últimas etapas do processo de animação entram os profissionais responsáveis pelos sons. Separando aqueles que cuidarão da trilha sonora, dublagem de personagens, sons ambientes, músicas de fundo e etc.

6º Edição final




Desenhou, Animou e colocou o som há uma última inspeção geral, com objetivo de autorizar e finalizar o projeto. Lembrando que todo esse processo se resumi a apenas um episódio. Criar um anime é realmente trabalhoso caro leitor.

Isso tudo que descrevi é praticamente 20% do que realmente é criar um anime. O processo é extremamente minucioso e feito com uma agilidade tremenda. Existem profissionais do ramo que dormem nas empresas de animação devido ao tempo curto para entrega dos episódios dentro dos prazos estipulados. Fora que os profissionais desse ramo costumam ganhar salários bem injustos. Portanto criadores de animes trabalham muito e ganham.



Espero ter passado um pouco de informação para se ter a ideia geral. Talvez um dia crie um post com mais descrições e detalhes um pouco mais relevantes.

Um anime muito bom para se ter uma ideia de como é desafiador criar um anime é Shirobako, resumindo, um anime que fala de como criar animes. Um dos melhores Slice of Life que já assisti, além de passar muito informação é extremamente divertido.

Espero que tenham gostado do post e que tenham também aprendido um pouco.


Observação:

Todas as informações que citei acima foram frutos de pesquisas no google e vídeos explicativos no Youtube. Um vídeo muito bom que serviu para quase 100% desse post foi um que encontrei no canal Casa do Kame, um canal bem legal que fala de várias coisas sobre Dragon Ball. O vídeo em questão pode ser visto no link abaixo:

Link do vídeo: Casa do Kame - Como é feito um anime tipo Dragon Ball

PARA AJUDAR O BLOG:

- APERTE NO BOTÃO "RECOMENDE ISTO NO GOOGLE" ABAIXO DA POSTAGEM, ISSO AJUDA MUITO NA DIVULGAÇÃO;
- SIGA O BLOG NO TWITTER E CURTA NO FACEBOOK, LEVA SÓ UM SEGUNDO E O ASSISTIDOR AGRADECE!

2 comentários:

  1. Certamente é um trabalho de heróis, uma vez que são estupidamente complicados, com necessidade de velocidade e com expectativas que pressionam. "Shirobako" passa uma boa ideia de todo esse aperto, é um ótimo anime. Boa matéria!

    ResponderExcluir
  2. Realmente tem que amar muito a profissão.

    ResponderExcluir