domingo, 26 de fevereiro de 2017

Dica de Anime: Princesa Mononoke




Gênero: Ação, Fantasia, Drama, Filme

Um filme com uma mensagem ambiental muito significativa e que todos deveriam ver e ouvir.
Sou extremamente fã dos filmes do Estúdio Ghibli, são filmes com mensagens extremamente marcantes e com um visual incrível. Princesa Mononoke foi o primeiro filme do Estúdio que eu conferi e confesso que fiquei de queixo caído com a produção.

No filme é apresentado um mundo bem diferente. Um Japão no passado que está passando por várias mudanças, porém alguns humanos vivem lado a lado de animais enormes e deuses que também existem em formas animais.


Assim ficamos conhecendo a vila dos Emishi, um povo que vive pacificamente na floresta. Mas a paz é prematuramente quebrada quando uma estranha força maligna possui o Deus Javali que começa a destruir a vila.



Então Ashitaka, o jovem príncipe dos Emishi resolve lutar contra o grande monstro para evitar a destruição do lugar. Após derrotar a criatura ele acaba sendo amaldiçoado pelo espírito que possuiu o Deus Javali e essa maldição o levará a morte em breve. Agora o jovem decide deixar seu povo para partir em uma viagem em busca da cura da maldição.




Chegando na região oeste, Ashitaka descobre que os humanos estão travando uma batalha contra os Deuses Animais. Devido à produção de minério de ferro, os homens começam a destruir as florestas, lar dos deuses animais.


Paralelo à isso temos a Jovem San, conhecida como Princesa Mononoke. Uma jovem que foi adotada por uma tribo de Deuses Lobos. A menina possui um ódio imenso pelos humanos que estão cada vez mais destruindo os lares dos animais. Depois que conhece Ashitaka a jovem começa a mudar um pouco seu julgamento sobre os humanos.


Assim Ashitaka resolve ajudar San e os Animais Deuses nessa batalha contra os gananciosos seres humanos e descobre também que esse problema envolvendo homem e natureza, pode ser a causa da maldição que o aflige e o ataque do espírito maligno à sua aldeia.


Esse filme é simplesmente incrível, todo o visual e concepção de mundo fantástico criado pelo diretor Hayao Miyazaki é de impressionar qualquer um, fico maravilhado com tamanha criatividade.

A personagem San é um ponto extremamente bem explorado no filme, a jovem sente tanto ódio dos seres humanos que acaba esquecendo de sua humanidade. Como sempre foi criada pelos Deuses Lobos e aprendeu a respeitar a natureza, a jovem se recusa à aceitar que é uma humana também e acaba acreditando fielmente nisso.


Do outro lado temos o Ashitaka, que é como se fosse nós telespectadores, observando os dois lados do confronto onde ambos possuem suas razões para estar ali. O que você acha certo, os humanos expandirem para sobreviver e terem uma vida melhor, ou os animais negarem isso por conta de estarem adentrando em seu território e destruindo seus recursos? Quem merece sobreviver, a humanidade racional ou os animais julgados como irracionais aos olhos humanos?



Esse é o filme com mensagem anti-destruição ambiental mais forte que já vi, fiquei com ele na cabeça por semanas, faz você realmente repensar seus atos. As vezes um simples papel de bala no chão que você acha tão insignificante, pode ser o suficiente para você amaldiçoar a natureza no futuro, lembre-se disso!


Obs: Caso tenha gostado se possível aperte o botão "Recomende isto no Google" abaixo da postagem, isso ajuda muito na divulgação do blog. Você pode também curtir a página no Face e seguir o blog no Twitter caso desejar. Obrigado pela preferência!



   


0 comentários:

Postar um comentário