sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Dica de Anime: Boku dake ga Inai Machi (Erased)




Gênero: Suspense, Drama, Seinen

Um dos destaques de 2016 é a dica de anime de hoje. Boku Dake é aquele anime de mistério que não inova o gênero, mas mesmo assim entrega um trabalho competente e satisfatório.

Gostei bastante dele e acompanhei os episódios semanalmente quando estavam sendo lançados. Inclusive coloquei ele na minha lista de Melhores Animes de 2016 (Clique Aqui Para Ver).


 Pois bem, a trama desse anime de mistério conta com o protagonismo do personagem Satoru Fujinuma de 29 anos. Ele é um mangaká cuja carreira não está nos melhores dias. Seus manuscritos são frequentemente rejeitados pelas editoras, assim acaba tendo que procurar um emprego integral como entregador de pizza para se sustentar.

A vida comum e sem graça de Satoru acaba ficando interessante para nós quando descobrimos que o jovem possui uma habilidade muito peculiar. Ele tem uma condição que faz com que ele volte no tempo imediatamente quando alguma tragédia acontece próximo a ele, seja um acidente ou até mesmo um homicídio. Assim o jovem fica preso dentro desse loop temporal (voltando no passado) até que a determinada tragédia seja evitada. Tal habilidade é denominada por ele de Revival.


No primeiro episódio entendemos um pouco da habilidade dele, porém uma reviravolta acaba acontecendo quando sua mãe é assassinada misteriosamente e ele se torna o principal suspeito do crime.




Prestes a ser capturado pela polícia, Satoru entra em desespero e o loop temporal se manifesta com uma força maior. Quando o jovem se dá conta ele volta 18 anos no passado, para época em que era um estudante do ensino fundamental de apenas 11 anos.







As viagens no tempo eram normalmente feitas para evitar tragédias que estavam prestes acontecer há alguns minutos do futuro, sem saber o porque de ter voltado tantos anos no passado Satoru fica confuso e sem saber o que fazer. Até que descobre que a data que retornou é um mês antes de um acontecimento trágico que houve nos seus anos de colegial. Sua colega de classe Kayo Hinazuki desapareceu e dias depois foi encontrada morta, deixando claro sobre a existência de um sequestrador de crianças cuja identidade nunca foi descoberta.



Agora Satoru ganha a oportunidade de salvar Kayo e ainda evitar que sua mãe seja assassinada no futuro, já que devido há esse loop temporal extremo, esses casos de assassinatos isolados podem estar de alguma forma conectados.



Bom, esse anime me agradou bastante, como disse acima, ele não tem a trama mais espetacular de todas, nem trás algo para inovar o gênero de thrillers de suspense, mas por incrível que pareça, a forma como a história é contada faz você ficar interessado em continuar.



Uma coisa interessante foi a facilidade de saber quem era o assassino. Chegou um momento que ficou muito na cara, mas nem por isso me desinteressei e dropei o anime, ainda queria chegar ao fim da trama e ver no que ia dar e sinceramente fiquei extremamente satisfeito.



Os últimos segundos do episódio treze fizeram aparecer um sorriso no rosto, isso foi muito significativo para mim, me diga qual foi a última história de suspense que fez com que você desse um sorriso, não pela história ser boa, mas sim pela forma como o protagonista terminou, você fica feliz por ele, depois de tanto sofrimento que ele passou você se importa com aquela situação final.


Em questões técnicas a animação é até boa, o design dos personagens é um pouco diferente do habitual e simples, mas agradável também. Os episódios foram muito bem dirigidos e apesar de adaptarem o mangá de forma bem rápida, desenvolveram a história muito bem. Excelente pra você que está a procura de um mistério para resolver e se envolver!

Obs: Caso tenha gostado se possível aperte o botão "Recomende isto no Google" abaixo da postagem, isso ajuda muito na divulgação do blog. Você pode também curtir a página no Face e seguir o blog no Twitter caso desejar. Obrigado pela preferência!













0 comentários:

Postar um comentário