quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

A importância dos Animes para o Japão





O Japão com certeza é um dos países mais conhecidos no mundo. Seja pela culinária (Sushi, Ramen, Yakisoba), tradições e saudações (Arigato, Sayonara), os olhinhos puxados e não menos importante os animes.

A animação japonesa apesar de ter sido influenciada principalmente pela animação americana, como os filmes animados da Disney no passado, se faz como um tipo de animação original, onde quem tem o mínimo de conhecimento, já consegue diferenciar o Anime das demais.

São os olhos, os cabelos de diferentes cores, as mulheres quase sempre lindas, os poderes coloridos, destruidores e outros tipos de particularidades que trazem essa identidade conhecida mundialmente. Sem contar na sua força como um fator cultural para o país. Os animes fazem um certo sucesso no Brasil, mas nada comparada ao sucesso no seu país de origem.

Apesar de não estar tão bem como antigamente devido a vários fatores, a indústria de animes gerou em 2015 cerca de 59 Bilhões de dólares, ou seja, hoje seria quase 200 bilhões de reais!! E isso não é só a venda de animes e audiência, são todos os produtos exclusivos como bonecos, games e outras coisas mais, que por sinal vendem muito!



Fora que como todos sabem isso acaba se tornando uma referência da cultura japonesa, tornando-a mais conhecida mundo afora para quem tem gosto por essas coisas.

A frequência de transmissão de animes no Japão também é uma coisa espantosa. São vários canais transmitindo todo o tipo de anime durante todo o dia para várias faixas etárias.

Outro dado interessante é a quantidade produzida. Por ano, são feitos, mais de 100 séries de animes. Portanto o Anime é de certa forma um produto muito presente na vida cotidiana do japonês (e de certa forma na minha também XD) isso também somado a outros itens que acabam de certa forma relacionando-se e tornando-se fonte de inspiração para os animes como é o caso dos mangás e light novels (cujo a receita anual é um caso a parte).





E assim muita coisa legal surge em cima disso. Feiras de eventos, Cosplayers, Milhares de lojas especializadas nos produtos (Exemplo: Akihabara), Músicas, ou seja, um influenciador direto cultural e que gera muito dinheiro e Turismo para o país. Portanto os animes são tanto um gosto pessoal (hobby) quanto um tesouro nacional do Japão, por que não chamar os Animes então de Patrimônio Nacional Japonês :D



Obs: Caso tenha gostado se possível aperte o botão "Recomende isto no Google" abaixo da postagem, isso ajuda muito na divulgação do blog. Você pode também curtir a página no face e seguir o blog caso desejar. Obrigado pela preferência!




3 comentários: